Este blogue foi criado para interagir com os meus alunos do 6º2, 6º3, 6º4 e 6º9 - Ano lectivo 2007/2008
Sábado, 17 de Novembro de 2007
O Fado

 

 

Olá meninos! Resolvi mudar de tema. Já pesquisaram sobre alguns instrumentos, sobre Mozart e pensei que podiam querer saber mais sobre estilos musicais. Que acham da ideia de começarmos pelo Fado? Podem falar sobre as suas características e também sobre fadistas famosos. Quem é que nunca ouviu falar da Amália Rodrigues? Mas há mais...

 Bom trabalho! Boa semana!

 



publicado por alvim às 22:25
link do post | comentar | favorito
|

8 comentários:
De maria 6º4 nº28 a 18 de Novembro de 2007 às 20:27
sim professora a amalea rodrigues era uma grande fadista mas agora temos muitos masi tal com a mariza cruz ,o camane e muitos mais.
a amalia rodrigues foi uma boa fadista mas a mariza cruz veio substituila e muito bem são muito parecidas sempre com a voz afinada.
xau. beijinhos aos nossos leitores


De alvim a 20 de Novembro de 2007 às 14:55
A Amália Rodrigues deixou uma marca importantíssima na história do fado. Concordo contigo Maria, hoje temos grandes nomes no fado. Podem falar sobre eles. Beijinhos para todos.


De joao a 19 de Novembro de 2007 às 18:30
Diferenças entre fados

Em Lisboa e no Porto encontramos o fado cantado essencialmente na parte mais antiga da cidade, em tabernas ou casas de fado, pequenas, antigas, de paredes frias, decoradas com os símbolos daquela forma de canção nessas duas cidades: o xaile negro e a guitarra portuguesa.

O homem que canta o fado fá-lo normalmente de fato escuro. Canta os seus amores, a sua cidade, as misérias da vida, critica a sociedade, os políticos. Fala muitas vezes da toirada, dos cavalos, de tempos passados e pessoas já idas, e fala, quase sempre, de saudade. Mas de onde vem a palavra Fado? Do latim fatum, que significa destino, o destino inexorável e que nada pode mudar. É por isso que o fado é normalmente tão melancólico, tão triste: porque canta a parte do destino que foi contra os desejos do seu dono. A mulher canta sempre de negro, normalmente de xaile aos ombros, com uma voz lamentosa. Canta, tal como o homem, o amor e a morte: a morte que vem da perda do amor, o amor perdido para a morte...



Este modo de cantar espelha, de certo modo, o espírito do povo português: a crença no destino como algo que nos subjuga e ao qual não podemos escapar, o domínio da alma e do coração sobre a razão, que levam a actos de paixão e desespero, e que se traduzem naquele lamento tão negro mas tão belo.

E em Coimbra? Em Coimbra temos o mesmo estilo triste, mas com uma motivação totalmente diferente. Tal como já se disse, o ex-libris de Coimbra são os estudantes. Aos poucos, jovens que iam de Lisboa e do Porto para ali, foram levando as suas guitarras e aquele estilo novo de tocar, que caiu nas boas graças da população estudantil. O que poderia ser melhor para impressionar as suas amadas, do que cantaram a sua angústia por não as terem, depositando-lhes nas mãos um coração cheio de penas que só elas poderiam aliviar? E que outra música poderia explicar melhor o desgosto de abandonar os melhores anos da mocidade, a vida boémia de um estudante, do que o Fado? Foi assim que ele surgiu como a música oficial das despedidas de cada ano, e dos estudantes em geral.



Em Portugal é costume os estudantes trajarem com um fato e uma capa grossa, negros, e é assim que se canta o fado em Coimbra. Pode parecer um pouco soturno, uma multidão de negro ouvindo uma serenata de Fado de Coimbra, mas na verdade é muito belo. No silêncio da noite - pois as serenatas são sempre à noite - ecoam as guitarras e as vozes profundas, num lamento que se estende por sobre a multidão de capas negras, ou que se esgueira pelas esquinas das ruas estreitas e se entranha nas pedras centenárias.


joao guedes 6º4 nº14


De alvim a 20 de Novembro de 2007 às 15:09
Olá João, gostei de ler o teu trabalho. Vou pedir-te, tal como já fiz com todos os meus alunos, que tentes resumir os próximos comentários. Mas valeu o esforço!


De maria 6º4 nº28 a 20 de Novembro de 2007 às 22:17
professora tambem podiamos começar a falar sobre aqueles cantores mais conhecidos da nossa "epoca".
pois agora vou falar sobre os anjos por exempolo e é dessa banda que eu fou falar.
os anjos são uma banda, os vucalistas são dois irmãos.
são muito bonitos e tambem cantam muito bem.
pois quando conseguir descubrir mais coisas sobres esta banda venho vos comunicar.
xau beijinhos a todos!!!!!!!!!!!!!


De alvim a 24 de Novembro de 2007 às 21:37
Olá Maria! Claro que podem falar dos músicos da nossa época. Beijinhos e bom fim de semana!


De Francisco Pires nº12 6º2 a 21 de Novembro de 2007 às 21:39
O tema esta muito interessante!
Portugal é muito conhecido no estrangeiro por causa do fado. E isso é muito importante porque ajuda a que venham mais turistas visitar o nosso país.
O fado é conhecido por ser uma música triste que fala de temas como Portugal e de Amor.
Agora ouvimos muito falar na Marisa com aquele fado "ó gente da minha terra". Deu no telejornal que ela foi nomeada para um prémio muito importante.
vou tentar saber mais coisas.
até à próxima...
bjs!!!!!


De alvim a 24 de Novembro de 2007 às 21:47
Olá Francisco! Gostei muito do teu texto. Espero que tenhas encontrado a resposta que te dei ao outro comentário. Procuras em arquivos de Novembro e depois o título "Festa de Natal". Bom fim de semana!


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Música no Mundo - Europa

Música no Mundo - África

Música no Mundo - América

Música no Mundo - Ásia

Música no Mundo - Oceânia

Concerto na Escola E.B. 2...

Webquest - A evolução da ...

Bom descanso!

Açores / Música Tradicion...

Madeira / Música Tradicio...

arquivos

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds